segunda-feira, 5 de maio de 2008

Resumo da pesquisa do prof. Leandro Azevedo; Agradecimento!

CONTRIBUIÇÃO DOS AMIGOS E AMIGAS
O colega professor Leandro Azevedo me envia seu projeto de pesquisa a ser em breve transformado em artigo científico.
Leandro trabalha com a Educação nacional, sob a perspectiva dos programas sociais/de transferência de renda (como o Bolsa Família) e quais seriam os impactos dos mesmos programas para a formação da cidadania em nossa Belo Horizonte, a partir de uma experiência com a rede municipal de ensino entre os anos de 1996-2006.
Segue abaixo o resumo deste projeto, elaborado pelo colega Leandro:

"O tema proposto neste projeto de pesquisa são as Políticas Públicas e a Construção da Cidadania, através do Programa Bolsa-Escola Municipal da Prefeitura de Belo Horizonte (BEM/BH), na Escola Municipal de Belo Horizonte, no período de 1996 a 2006.
Neste trabalho, serão destacados os programas – Bolsa Escola Municipal da Prefeitura de Belo Horizonte (BEM/BH), instituído pela lei nº. 7135 / 1996, de autoria do prefeito Patrus Ananias, e regulamentado pelo decreto nº. 9140/1997, no governo do prefeito Fernando Pimentel, ambos do Partido dos Trabalhadores (PT), e o Programa Bolsa Família (PBF) instituído pela Medida Provisória n0 132 de 20 de outubro de 2003, em função da interligação entre ambos.
O desenvolvimento do trabalho será realizado em várias etapas; primeiramente, análise dos documentos oficiais do Município, tais como DOM, Relatório Programa Bolsa-Escola Municipal da Secretaria Municipal de Educação de Belo Horizonte (SMED, 2004), depois, um estudo de caso, partindo-se da seleção de uma família, (sujeitos informantes) com base nos seguintes critérios: os filhos na faixa etária de 06 a 15 anos, estudantes do Colégio Municipal de Belo Horizonte, moradores da pedreira Prado Lopes, beneficiados pelo Programa BEM/BH, desde 1997 até os dias atuais.
O objetivo primordial do projeto é analisar as Políticas Públicas a partir do Programa Bolsa Escola Municipal da Prefeitura de Belo Horizonte, para verificar até que ponto o Programa ajuda ou não na construção da cidadania.
A partir dessa premissa busca-se, portanto, responder ás seguintes perguntas: Qual a contribuição da Política de Transferência de Renda Mínima vinculada à Educação, no período de 1996 a 2006, a partir do Programa Bolsa-Escola Municipal da Prefeitura de Belo Horizonte, na Regional Noroeste, na construção da cidadania emancipatória de crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade social, na faixa etária de 06 a 15 anos, na Escola Municipal de Belo Horizonte? O BEM/BH foi uma política outorgada pelo Estado ou historicamente conquistada pelos movimentos sociais? Se foi conquistada, à o reconhecimento dessa conquista por parte das famílias beneficiadas?"
Estamos todos esperando a produção do artigo!
UM EMPREENDIMENTO QUE JÁ NASCEU VENCEDOR!
Quero aqui agradecer aos colegas, amigos, ou mesmo estudantes e todos aqueles que nos últimos dias vem me parabenizando pela iniciativa de colocar no ar, via internet, uma série de vídeo/aulas de História - iniciada pela série "Cultura Medieval", que hoje, dia 5 de maio, já reúne 6 vídeos.
A intenção dos vídeos é a promoção e difusão do conhecimento histórico pela via mais democrática que hoje desfrutamos no mundo pós-moderno: a internet! Claro, não quero aqui substituir uma boa sala de aula, ou mesmo horas de boa leitura, mas tenho como objetivo contribuir para que jovens, especialmente os jovens, tomem contato mais direto, mais ágil, sem perder conteúdo, com o conhecimento histórico.
Espero as sugestões, dicas, contribuições de todos para que tornemos esta iniciativa a válvula de escape para milhares de iniciativas similares entre todos os profissionais da educação (como já faz o amigo Ghiraldelli com a Filosofia e seu sempre aberto Filo das 11).
Abraços a todos!
prof. Tiago Menta

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário